Aceda à área de sócios
Escolher centro GO fit

Dançar é uma das formas mais divertidas de treinar

Porque é que "fisgo" nas aulas de dança? O que me faz repetir e querer mais?

  • 11
  • NOV

A dança pode ser considerada uma grande variação para a formação

A libertação de endorfinas e dopamina enquanto dançamos é o elemento vital que nos torna "gancho" nas aulas de DANCE.

A dança e o ser humano têm estado ligados desde tempos remotos, faz parte da nossa vida, da nossa cultura e, hoje em dia, faz parte dos nossos planos de treino.

Mas, muitas vezes, temos a dúvida se dançar é uma forma de treinar? Tem base científica? Pelo dia internacional do flamenco, queremos dar algum destaque a este tema.

Em qualquer atividade dirigida, poderemos sempre diferenciar dois grandes campos onde visualizar benefícios, um é a nível fisiológico-estrutural o que significa como melhoram os nossos músculos, as nossas articulações, a nossa capacidade cardiovascular, etc. E outro benefício é o psicológico-social; como melhora o nosso estado de espírito, motivação, adesão à atividade, relações sociais, etc.

Nas nossas aulas de DANCE, tem um sistema pensado e criado pela nossa área de produto para que, em todas, tanto as de pura dança, como o ADAPTIV DANCE ou as mais coreográficas como o Step, sinta que melhora em ambos os campos conseguindo, assim, um treino divertido, ameno e eficaz.

Mas, por que é que fico “viciado” nas aulas de dança? O que me faz repetir e querer mais?

Bem, a explicação está nas hormonas que libertamos quando nos sentimos bem e treinamos: que são a endorfina e a dopamina.

A endorfina é uma hormona que comummente chamamos hormona da felicidade, pois a sua segregação “deixa-nos felizes”. Embora ser feliz seja algo individualizado de cada pessoa, todos temos algo em comum que nos faz vibrar e dançar; o poder pensar apenas na atividade, sociabilizar e ainda treinar pode ser um bom resumo das nossas aulas de DANCE.

A libertação de endorfinas e dopamina enquanto dança é o elemento vital que nos faz ficar “viciados” nas aulas de dança, seja qual for o estilo e os ritmos usados.

Se, além disto, juntar que nas aulas de DANCE mexe o corpo todo, trabalhando tanto pernas como abdómen como membros superiores graças aos diferentes estilos e juntar o trabalho cognitivo por ter de se mover ao ritmo musical e memorizar a coreografia, começa a encontrar o sentido de dançar se pudermos considerar uma grande variante para treinar.

Por isso, GOfiter@, não deixe para amanhã o que pode dançar hoje.

Publicado por:

Error

COOKIES

Utilizamos cookies próprios e de terceiros para analisar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada a suas preferências com base em um perfil baseado em seus hábitos navegação (por exemplo, páginas visitadas). Mais informação

Selecione seus cookies

ACEITAR COOKIES CONFIGURAÇÃO