Aceda à área de sócios
Escolher centro GO fit

Vegetais na época da COVID-19

Os benefícios das leguminosas

  • 21
  • ABR

Tudo que você precisa saber sobre este alimento que é tão benéfico à nossa saúde.

Uma excelente fonte de proteínas vegetais, vitaminas e fibras.

As leguminosas são um alimento bastante procurado quando é necessário constituir uma reserva alimentar de boa qualidade nutricional e de grande durabilidade.

Atualmente, e considerando o período de isolamento que vivemos, as leguminosas adquirem uma enorme importância na nossa alimentação devido aos seus inúmeros benefícios a nível nutricional. Felizmente, o mercado nacional oferece uma grande variedade: ervilhas, favas, feijão, grão e lentilhas.

As leguminosas constituem uma excelente fonte de proteína de origem vegetal, de hidratos de carbono de absorção lenta, de vitaminas do complexo B, de minerais (cálcio, ferro e zinco) e de fibras, pelo que são muito importantes no controlo do apetite.

Devido às suas propriedades, devem ser ingeridas entre 1 a 2 porções de leguminosas por dia. Uma porção equivale a:

  • 1 colher de sopa de leguminosas secas cruas (grão, feijão e lentilhas) (25g);
  • 3 colheres de sopa de leguminosas frescas cruas (ervilhas e favas) (80g);
  • 3 colheres de sopa de leguminosas cozinhadas (80g).

Frescas, secas ou em conserva, as leguminosas apresentam valores nutricionais muito semelhantes e, por isso, devem ser parte integrante de uma alimentação saudável para combater a obesidade e prevenir o desenvolvimento de doenças crónicas, como a diabetes, as doenças cardiovasculares e o cancro.

 

Como escolher?

  • verifique o prazo de validade;
  • confirme se as latas estão opadas, amolgadas ou oxidadas. Se sim, não as deverá utilizar;
  • leia o rótulo nutricional e opte pelas versões com menor teor de sal. Escolha as leguminosas que têm um teor de sal inferior a 0,6g de sal por 100g de alimento.

 

Como conservar e armazenar?

  • conserve num local fresco, seco e arejado;
  • caso não utilize a totalidade do conteúdo, transfira para um recipiente de vidro e conserve no frigorífico durante, no máximo, 3 dias.

 

Que cuidados ter na utilização?

  • escorra e passe por água corrente para retirar o excesso de sal.

 

Como utilizar?

  • adicione a sopas e purés;
  • utilize como acompanhamento;

Utilize como substituto da carne ou do peixe. As leguminosas são um alimento bastante procurado quando é necessário constituir uma reserva alimentar de boa qualidade nutricional e de grande durabilidade.

Atualmente, e considerando o período de isolamento que vivemos, as leguminosas adquirem uma enorme importância na nossa alimentação devido aos seus inúmeros benefícios a nível nutricional. Felizmente, o mercado nacional oferece uma grande variedade: ervilhas, favas, feijão, grão e lentilhas.

As leguminosas constituem uma excelente fonte de proteína de origem vegetal, de hidratos de carbono de absorção lenta, de vitaminas do complexo B, de minerais (cálcio, ferro e zinco) e de fibras, pelo que são muito importantes no controlo do apetite.

Devido às suas propriedades, devem ser ingeridas entre 1 a 2 porções de leguminosas por dia. Uma porção equivale a:

  • 1 colher de sopa de leguminosas secas cruas (grão, feijão e lentilhas) (25g);
  • 3 colheres de sopa de leguminosas frescas cruas (ervilhas e favas) (80g);
  • 3 colheres de sopa de leguminosas cozinhadas (80g).

Frescas, secas ou em conserva, as leguminosas apresentam valores nutricionais muito semelhantes e, por isso, devem ser parte integrante de uma alimentação saudável para combater a obesidade e prevenir o desenvolvimento de doenças crónicas, como a diabetes, as doenças cardiovasculares e o cancro.

 

Como escolher?

  • verifique o prazo de validade;
  • confirme se as latas estão opadas, amolgadas ou oxidadas. Se sim, não as deverá utilizar;
  • leia o rótulo nutricional e opte pelas versões com menor teor de sal. Escolha as leguminosas que têm um teor de sal inferior a 0,6g de sal por 100g de alimento.

 

Como conservar e armazenar?

  • conserve num local fresco, seco e arejado;
  • caso não utilize a totalidade do conteúdo, transfira para um recipiente de vidro e conserve no frigorífico durante, no máximo, 3 dias.

 

Que cuidados ter na utilização?

  • escorra e passe por água corrente para retirar o excesso de sal.

 

Como utilizar?

  • adicione a sopas e purés;
  • utilize como acompanhamento;

-       utilize como substituto da carne ou do peixe.As leguminosas são um alimento bastante procurado quando é necessário constituir uma reserva alimentar de boa qualidade nutricional e de grande durabilidade.

Atualmente, e considerando o período de isolamento que vivemos, as leguminosas adquirem uma enorme importância na nossa alimentação devido aos seus inúmeros benefícios a nível nutricional. Felizmente, o mercado nacional oferece uma grande variedade: ervilhas, favas, feijão, grão e lentilhas.

As leguminosas constituem uma excelente fonte de proteína de origem vegetal, de hidratos de carbono de absorção lenta, de vitaminas do complexo B, de minerais (cálcio, ferro e zinco) e de fibras, pelo que são muito importantes no controlo do apetite.

Devido às suas propriedades, devem ser ingeridas entre 1 a 2 porções de leguminosas por dia. Uma porção equivale a:

  • 1 colher de sopa de leguminosas secas cruas (grão, feijão e lentilhas) (25g);
  • 3 colheres de sopa de leguminosas frescas cruas (ervilhas e favas) (80g);
  • 3 colheres de sopa de leguminosas cozinhadas (80g).

Frescas, secas ou em conserva, as leguminosas apresentam valores nutricionais muito semelhantes e, por isso, devem ser parte integrante de uma alimentação saudável para combater a obesidade e prevenir o desenvolvimento de doenças crónicas, como a diabetes, as doenças cardiovasculares e o cancro.

 

Como escolher?

  • verifique o prazo de validade;
  • confirme se as latas estão opadas, amolgadas ou oxidadas. Se sim, não as deverá utilizar;
  • leia o rótulo nutricional e opte pelas versões com menor teor de sal. Escolha as leguminosas que têm um teor de sal inferior a 0,6g de sal por 100g de alimento.

 

Como conservar e armazenar?

  • conserve num local fresco, seco e arejado;
  • caso não utilize a totalidade do conteúdo, transfira para um recipiente de vidro e conserve no frigorífico durante, no máximo, 3 dias.

 

Que cuidados ter na utilização?

  • escorra e passe por água corrente para retirar o excesso de sal.

 

Como utilizar?

  • adicione a sopas e purés;

  • utilize como acompanhamento;
  • utilize como substituto da carne ou do peixe.
Publicado por:
  • dieta
  • Nutrição
Relacionadas

Error

COOKIES

Utilizamos cookies próprios e de terceiros para analisar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada a suas preferências com base em um perfil baseado em seus hábitos navegação (por exemplo, páginas visitadas). Mais informação

Selecione seus cookies

ACEITAR COOKIES CONFIGURAÇÃO