Aceda à área de sócios
Escolher centro GO fit

Tem um metabolismo lento?

Explicamos o que é e como é produzido

  • 5
  • AGO

Uma boa dieta e um estilo de vida activo ajudarão a melhorar o seu metabolismo.

Viver mais e melhor!

O metabolismo lento é um conceito que, infelizmente, está cada vez mais difundido na sociedade, primeiro, porque é certo que os níveis de sedentarismo atuais ainda continuam a ser muito preocupantes e, segundo, pelos maus hábitos alimentares que temos. Ao fim e ao cabo, poderíamos resumi-lo como o metabolismo que consome poucas calorias e metaboliza os alimentos a uma velocidade menor, sendo cada vez mais “real” no nosso dia-a-dia.

 

É essa a resposta, o seu metabolismo é lento porque não realiza um treino correto e/ou não tem hábitos saudáveis de alimentação.

 

Mas queremos centrar-nos no que podemos fazer para aumentar a sua taxa metabólica e, para isso, vamos abordando certos mitos que ensombram este conceito de metabolismo lento. Se o seu metabolismo é "lento", está condenado a uma vida de fome e privações para estar em forma. Este conceito errado merece uma resposta especialmente enfatizada: FALSO.

 

"Esfomeado e sem caprichos" não é uma forma de viver. Tal como também não nos podemos conformar com uma vida "cansado, com excesso de peso e sem ânimo". O nosso corpo não está preparado para isso, com um treino correto e uma alimentação correta, podemos aumentar o nosso metabolismo e começar a viver uma vida mais plena.

 

Quando temos algum excesso de peso, ou pensamos que temos o metabolismo lento, a primeira coisa que tentamos é reduzir o nosso consumo de calorias, mas no que diz respeito aos resultados a longo prazo, esta escolha pode ser ineficaz no melhor dos casos e chegar a ser prejudicial no pior. Tenhamos em conta que todo o nosso corpo se regula através do sistema endócrino (Hormonal) e ter o metabolismo lento é um sintoma inequívoco de que algo não funciona corretamente.

 

Comecemos primeiro com um bom plano alimentar. O nosso corpo está a receber as matérias-primas de que necessita para o nosso dia-a-dia? Pense na sua semana: Consome proteínas em cada refeição? A maior parte da ingestão de alimentos por volume provém de verduras e frutas? As suas refeições incluem gorduras saudáveis? As suas escolhas de hidratos de carbono são principalmente de alimentos integrais e cheios de fibra? A sua ingestão de vitaminas, minerais e antioxidantes é suficiente para otimizar o seu funcionamento? Tem combustível rico em nutrientes suficiente para construir tecido muscular magro?

 

Todas estas perguntas são complexas, e se não encontrarmos uma resposta clara, deveríamos tentar procurar ajuda de um nutricionista, que nos oriente para conseguir que o nosso plano alimentar mude, e com isto, o nosso sistema endócrino comece a regular-se e o nosso metabolismo comece a ser mais rápido.

 

Por último, acrescentar que comer a cada duas horas também não é uma estratégia totalmente certa para aumentar o metabolismo, pois o corpo não foi concebido para uma ingestão de alimentos tão constante, por isso, cuidado com este “costume” que parece não obter os resultados esperados.

Publicado por:

Error

COOKIES

Utilizamos cookies próprios e de terceiros para analisar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada a suas preferências com base em um perfil baseado em seus hábitos navegação (por exemplo, páginas visitadas). Mais informação

ACEITAR COOKIES REJEITAR COOKIES