Aceda à área de sócios
Escolher centro GO fit

Variedades e benefícios do iogurte

Onze tipos de iogurte e as suas características

  • 5
  • FEV

Descubra o iogurte, as suas características e os seus benefícios

Onze tipos de iogurte e as suas características

O iogurte é um derivado lácteo obtido por meio de um processo de fermentação do leite que se produz graças à ação de microorganismos determinados, originando alterações no produto tanto no seu sabor, como na sua consistência e na sua digestibilidade. A composição do iogurte é semelhante ao leite com que se elaborar. Destaca-se o seu teor em proteínas, vitaminas do grupo B, A, D e minerais como o cálcio e fósforo. Porém, a quantidade de gordura que tem varia em função do tipo de iogurte que for. 

Que benefícios tem?

  • É mais digerível do que o leite, devido ao processo de fermentação.
  • A maioria das pessoas intolerantes à lactose tolera-o bem, pois a sua presença é mínima – transformou-se em ácido láctico. 
  • As bactérias vivas deste produto, denominado pró-biótico, contribuem para equilibrar a flora bacteriana intestinal, competir contra bactérias patógenas e potenciar o nosso sistema imunitário.

Que variedades de iogurte podemos encontrar?

Segundo a adição ou não de adoçantes:

  • Iogurte natural gordo: tem 2,7% de matéria gorda. Os hidratos de carbono que tem são os presentes no leite, ou seja, não apresenta adição de açúcares.
  •  Iogurte açucarado: O conteúdo de açúcares ascende a 14%.
  •  Iogurte adocicado: não tem adição de açúcares, usa-se um adoçante para adoçar o produto. 
  •  Iogurte com frutas e aromatizado: Costuma ter 14% de açúcares, pode apresentar pedaços ou não de fruta ou aditivos que lhe proporcionam aromas do sabor.

Segundo o seu teor em gordura:

  •  Iogurte grego: É uma variedade mais calórica do que o iogurte natural, pois tem nata, mas contém mais proteínas. O seu teor em gordura é de 10%, cerca de 5% de hidratos de carbono e 6,5% de proteínas.  Esta diferença para o iogurte natural faz com que, ao consumi-lo, nos mantenhamos saciados durante mais tempo.
  • Iogurte magro natural: Apresenta 0,5% de gordura, 6,3% de hidratos de carbono e 4% de proteínas.

Segundo a procedência do leite:

  • Iogurte vegetal: elaborados com leites vegetais como soja, aveia, arroz, etc. É importante observarmos o teor de adição de açúcares que o produto tem para fazer uma boa escolha.
  •  Iogurte de ovelha ou cabra: Tem um sabor diferente e o seu teor em gordura é um pouco maior (cerca de 4-6%), mas continua a ser uma boa escolha.

Segundo o tipo de microorganismos que têm:

  •  Quefir: Tem consistência líquida e um sabor ácido mais pronunciado. As bactérias e leveduras agrupam-se em grânulos e produzem outro tipo de fermentação que reforça o nosso sistema imunitário. É facilmente digerível e tem um perfil de nutrientes muito semelhante ao iogurte.
  •  Kumis: É muito semelhante ao quefir em termos de consistência, microorganismos que se usam para a sua elaboração e composição nutricional.
  • Skyr: Procedente da Islândia. É um derivado lácteo cremoso que está entre iogurte e queijo. Elabora-se a partir de leite magro e usa-se os mesmos microorganismos que na elaboração do iogurte, além de coalho. Destaca-se pelo seu teor proteico mais elevado, cerca de 12% e um aporte de gordura muito baixo, cerca de 1%.

 

No GO fit, trabalhamos para que cuide da sua saúde desde o interior. Viva mais e melhor!

Publicado por:
  • Comer Bem
  • Nutrição
  • nutricionista
Relacionadas

Error