29 Março, 2022

Como motivar-se na “nova normalidade”

A pandemia representou um exame imprevisto, desconhecido e difícil para a saúde mental dos cidadãos. Para além da tragédia humana dos seis milhões de mortos em todo o mundo, existe a questão psicológica, complicada por essa situação e pelo impacto das restrições que foram impostas nos últimos dois anos. Desde o confinamento total, que deixou muitas pessoas completamente isoladas durante vários meses, até às várias medidas de controlo que reduziram as possibilidades de socialização.  

É uma realidade dizer, e não há que temer por isso, que a pandemia infligiu um duro golpe na moral das pessoas. O novo projeto de trabalho, o desejo de comprar uma casa nova, a viagem que tínhamos planeado… Tudo parou de imediato, sem estarmos à espera nem ter margem para planear uma alternativa. A saúde mental foi fortemente afetada, especialmente para quem tinha problemas psicológicos ou vivia sozinho.  

Como voltar à normalidade, primeiro passo 

Voltar à normalidade não tem sido fácil. Passaram-se dois anos e estamos no ponto mais próximo do que costumávamos conhecer como vida normal, mas ainda existem certas limitações, sem esquecer o novo hábito de usar máscara. Este golpe moral enfrenta-se com a socialização. Falar, ouvir, conhecer pessoas. É o primeiro passo, um passo complexo, mas muito importante, para recuperar os níveis de felicidade antes da crise. Trata-se de recuperar aquelas ações normais que fazíamos todos os dias de forma inconsciente e que, agora, ganham uma importância capital. Só assim podemos ver que não estamos sozinhos neste desafio, pois há muitas pessoas que passaram pelo mesmo. Naturalizar o problema pode ser necessário, pois ajuda a compreender melhor as razões e consequências de um choque com estas características. 

Como recuperar a motivação na nova normalidade 

A aceitação e a socialização são os primeiros passos para compreender a situação. Agora, temos de dar mais um passo para recuperar o espírito para continuar a crescer, melhorar e desfrutar da vida. Centrar-se no positivo é um clássico dos manuais de psicologia, embora valha a pena destacar-se aqui porque é uma experiência inédita para esta geração, pelo que uma premissa com estas características seria um bom ponto de partida.  

O trauma tem sido coletivo e é um grande erro comparar com outros. Nunca se deve fazer, muito menos neste momento, uma vez que cada pessoa viveu a pandemia de uma maneira diferente e particular. Os progressos pessoais não se comparam, mas anotam-se para melhorar amanhã.  

Novos desafios na nova normalidade 

Queremos motivar-nos na nova normalidade. Porque devemos procurar uma normalidade como a que conhecíamos antes? Talvez esteja na altura de estabelecer novos desafios. A verdade é que é a oportunidade, porque o mundo de hoje em mudança cria oportunidades. Neste sentido, a Internet oferece grandes possibilidades, sem esquecer que o “novo mundo” não é apenas digital. A escrita pode ser uma grande ajuda para refletir e libertar a pressão que acumulámos no interior, bem como um estímulo para encontrar uma razão para continuar a crescer. Podemos até partilhar as nossas impressões com outras pessoas através de redes sociais e blogs. Tenho a certeza de que há muitas pessoas do outro lado do ecrã que têm uma sensação semelhante à sua.  

Os pequenos marcos são também uma forma de gerar motivação: estabelecer um objetivo semanal, alcançável, que gera uma sensação de felicidade e compromisso quando se cumpre. Este processo é completado com o estabelecimento de um sistema de recompensas, que é um elemento motivador, independentemente da magnitude das mesmas.  

O exercício é, sem dúvida, outra ação motivadora que pode responder a todos os desafios estabelecidos tais como a socialização, o estabelecimento de desafios e recompensas, e o espírito de melhoria e superação pessoais. É uma forma de desconexão total que liberta a mente durante um número de horas por semana e que traz uma melhoria crescente no estado do corpo. O desporto é saúde, física e mental, e uma saída muito saudável e eficaz de se motivar perante as possíveis mudanças que se avizinham na nossa sociedade.  

Artigos relacionados