15 Novembro, 2021

Como podemos melhorar nossa autoestima?

Ter baixa autoestima afeta-nos em todos os aspetos da vida

Quais são os sinais de baixa autoestima?

Quantas vezes temos medo de enfrentar novos desafios? Ou temos dificuldade em expressar a nossa opinião a outras pessoas? Sentimo-nos tristes, indecisos, e acreditamos que não temos nada a oferecer aos outros… A baixa autoestima é um dos maiores desafios a ultrapassar para que possamos alcançar os nossos objetivos e ter uma vida plena e feliz. Mas afinal o que é a autoestima?

P. J. Robson, um grande psiquiatra, definiu a autoestima como “o grau de concordância e aceitação resultante da avaliação que as pessoas fazem do seu valor”. Quando a imagem que temos de nós próprios é negativa, temos tendência a ter medo e a não poder dar todo o nosso potencial…

No GO fit, partilhamos consigo alguns sinais de que a nossa autoestima é baixa para podermos reverter a situação e alcançar os nossos sonhos!

  • Pedir desculpas constantemente

Sentirmo-nos culpados mesmo em situações em que não fizemos nada de mal é um sintoma de baixa autoestima, pelo que será necessário trabalhar a nossa mente para melhorar a autoestima.

  • Medo de dizer “não”

O medo de dizer “não” às outras pessoas por medo de ficarem chateadas é outro alarme de que algo está mal com a nossa autoestima…

  • Acharmos que somos inferiores aos outros

Ver as outras pessoas como superiores a nós é outro alerta a ter em conta, pois não somos mais nem menos importantes do que ninguém. Muitas vezes até minimizamos ou silenciamos os nossos próprios argumentos por medo de que a nossa opinião não seja aceite.

  • Concentrarmo-nos nos nossos defeitos

Não valorizar o nosso talento e as nossas virtudes é um grande indicador de baixa autoestima. Reconhecer todo o nosso potencial é um grande aliado na melhoria da nossa autoestima e confiança.

  • Ter medo excessivo de nos enganarmos

É normal ter medo de enfrentar novas situações, mas quando o medo é excessivo e não nos deixa avançar, há algo a melhorar na nossa autoestima…

10 exercícios para melhorar a autoestima!

O grande cientista Albert Einstein dizia que “somos todos génios, mas se julgarmos um peixe pela sua capacidade de trepar às árvores, ele viverá a acreditar que é inútil”… E tinha toda a razão! Conhecer e valorizar as nossas qualidades é um dos grandes segredos para melhorar a nossa autoestima, mas não é o único…

No GO fit, escolhemos 10 exercícios para que a baixa autoestima seja coisa do passado!

1 – Descobrir a origem da baixa autoestima

Como qualquer problema, para começar a resolvê-lo, é preciso conhecer a origem: De onde vem a avaliação negativa que temos de nós próprios? Qual é a causa dos nossos medos? Um bom exercício para começar a melhorar a nossa autoestima é anotar num papel momentos ou situações em que nos sentimos vulneráveis. Identificá-las será o primeiro passo para melhorar a nossa autoestima e confiança.

2- Aceitarmo-nos e sermos positivos

Outro grande passo para melhorar a nossa autoestima é aceitarmo-nos tal como somos. Com as nossas virtudes e os nossos defeitos, sem procurar a perfeição ou agradar a todos, pois isso é impossível. Valorizar as nossas capacidades e habilidades ajudar-nos-á a enfrentar a vida de uma forma positiva e otimista. Um bom exercício para melhorar a nossa autoestima é, perante uma situação adversa, tratarmo-nos como trataríamos o nosso melhor amigo: sem julgamentos nem críticas, mas com carinho e respeito.

3 – Realizar diariamente hobbies e atividades agradáveis

Todos nós temos atividades em que somos bons: atividades de que gostamos e em que somos bons. Pintar, dançar, cantar, escrever, praticar desporto… Um bom exercício para melhorar a nossa autoestima é fazer uma lista das coisas de que gostamos e fazê-las, pelo menos, uma vez por dia. Está provado que fazer o que gostamos todos os dias é um grande remédio para combater a baixa autoestima e ganhar confiança.

4 – Identificar os nossos pontos fortes e registar as nossas conquistas

Sentir que não somos bons em nada é um dos principais sintomas de baixa autoestima, por isso, é importante conhecer os nossos pontos fortes. Um excelente exercício para melhorar a nossa autoestima é anotar num caderno as nossas principais virtudes e também 5 grandes conquistas que tivemos ao longo da nossa vida… todos nós as temos! 

Depois, no mesmo caderno, podemos escrever três ações de que nos podemos orgulhar ao fim do dia. Manter um diário positivo vai ajudar-nos a recuperar a autoestima quando nos sentirmos desanimados!

5 – Realizar exercício físico com regularidade

Os especialistas dizem que fazer desporto ou atividade física é um dos nossos maiores aliados para superar a baixa autoestima. Calcula-se que apenas trinta minutos de exercício aeróbico por dia nos ajudam a libertar energia e endorfinas, que são os neurotransmissores no nosso cérebro que nos provocam sensações de bem-estar e felicidade. Fazer uma corrida no parque ou caminhar durante, pelo menos, uma hora a um bom ritmo são excelentes receitas para melhorar a nossa autoestima e confiança!

6 – Cuidar da nossa alimentação e do nosso descanso

Uma boa alimentação e um bom descanso são dois pilares fundamentais para combater a baixa autoestima. Nunca devemos esquecer que a alimentação é o combustível do nosso corpo, por isso, comer de forma saudável e equilibrada ajudar-nos-á a sentirmo-nos leves, saudáveis e com energia para fazer atividades de que gostamos.

Um bom descanso também nos ajudará a melhorar a nossa autoestima e confiança: algumas pessoas precisam de dormir 8 horas, outras apenas seis horas, mas o importante é evitar a falta de sono que, muitas vezes, nos faz sentir cansados, irritadiços e mais propensos a sentimentos negativos e baixa autoestima.

7 – Fazer voluntariado em causas com que nos identificamos

Um bom exercício para melhorar a autoestima é fazer voluntariado em alguma causa com que nos identificamos e nos desafia: pode ser ajudar as populações mais vulneráveis, lutar pelo meio ambiente ou qualquer outra situação pela qual nos pareça que vale a pena lutar.

O voluntariado ajudar-nos-á a sentirmo-nos úteis e satisfeitos como membros de uma comunidade, bem como a desviar a nossa atenção dos nossos problemas e a encorajar-nos a relacionarmo-nos com outras pessoas.

8 – Aprender a dizer “não” e valorizar os nossos desejos

Muitas vezes, fazemos coisas que não queremos fazer por medo de dizer “não” e de que as outras pessoas se chateiem connosco. Ir constantemente contra os nossos desejos leva frequentemente a uma baixa autoestima e depressão.

 Aprender a dizer “NÃO” é vital para melhorar a nossa autoestima e fortalecer a nossa personalidade. Um bom exercício para melhorar a nossa autoestima é, quando quisermos, começarmos a dizer “NÃO” às pessoas em quem confiamos. Elas não ficarão zangadas, pelo contrário, valorizarão a nossa sinceridade!

9 – Ter objetivos concretos e alcançáveis

A ausência de metas e objetivos é frequentemente uma das principais causas de baixa autoestima, pelo que estabelecer metas alcançáveis a curto prazo ajudará a sentirmo-nos motivados e a desenvolvermos o nosso talento. Ter projetos imediatos é uma grande ideia para melhorar a nossa autoestima!

10 – Experimente!

O grande inimigo da baixa autoestima é o medo: a baixa autoestima impede-nos, muitas vezes, de enfrentar novos desafios por medo de falhar. Por outro lado, uma pessoa com elevada autoestima reconhece que pode falhar, mas não tem medo disso – tente, não importa se falhar! Há sempre novas oportunidades! Passar à ação é um grande exercício para melhorar a nossa autoestima e confiança!

Artigos relacionados