20 Setembro, 2021

Sabe como conseguimos reduzir em mais de 60% a fatura da eletricidade e as emissões do GO fit?

Explicamos-lhe como e damos-lhe alguns conselhos para que você também consiga alcançá-lo.

Nos últimos meses, assistiu-se a um grande aumento do preço da eletricidade em Espanha e em toda a Europa. O preço do gás e especialmente dos direitos de emissão de CO2 dispararam, fazendo subir o preço da eletricidade para as famílias.

Para além do elevado custo económico do consumo de energia, há também o impacto ambiental devido às emissões causadas pela utilização de combustíveis fósseis. A família média na Europa emite 1,5 toneladas de CO2 por consumo de gás e 1 tonelada de CO2 por consumo de eletricidade num ano, sendo fundamental conseguir a sua redução para avançar na luta contra o aquecimento global.

O que podemos fazer para sermos mais sustentáveis e pagar menos pelo preço da eletricidade?

A redução da nossa fatura e do nosso impacto ambiental está a tornar-se cada vez mais acessível através da redução do nosso consumo de energia, aumentando a eficiência das nossas casas e melhorando os nossos hábitos de consumo e apostando nas energias renováveis.

Pequenos gestos como a utilização de lâmpadas LED, eletrodomésticos mais eficientes e a sua função ECO, a melhoria do isolamento da nossa casa com toldos, cortinas e janelas mais eficientes, ou o hábito de optar por desligar os aparelhos eletrónicos em vez de os deixar em stand-by, têm um impacto na fatura que o surpreenderia. A tecnologia também nos oferece muitas possibilidades para otimizar o consumo de energia, dando-nos a opção de programar os nossos eletrodomésticos e sistemas de climatização, favorecendo um maior conforto, menor consumo e despesas económicas.

Por outro lado, o consumo de energia 100% renovável tem um grande impacto positivo na redução das emissões e, se optar pelo auto-consumo, também significará uma grande poupança na sua conta da luz. A possibilidade de contratar eletricidade verde está mais presente do que nunca, sendo vários comerciantes especializados neste tipo de energia, mas também sendo uma opção a escolher nos mais tradicionais. No entanto, uma opção cada vez mais interessante e poderosa é a autogeração de energia fotovoltaica, seja individualmente, seja em conjunto com os nossos vizinhos. A possibilidade de poupar entre 30 a 60% da fatura de eletricidade, amortizando o investimento em poucos anos ou não o fazendo de todo optando pelo leasing de painéis solares, permitir-nos-á também reduzir muito a pegada de carbono das nossas casas. Atualmente, para além da grande queda nos preços deste tipo de tecnologia nos últimos anos, existe uma multiplicidade de ajudas e subsídios para a sua implementação, tornando esta opção ainda mais rentável e interessante para o consumidor.

No caso do GO fit, para além das instalações de autoconsumo já existentes nos centros e dos sistemas de monitorização e otimização energética, juntou-se uma aposta pioneira na energia limpa, através da assinatura de um contrato de energia renovável a longo prazo em 2019, o qual teve um impacto significativo na redução da pegada de carbono e da fatura de eletricidade da empresa de mais de 60% em comparação com o preço médio da eletricidade. Mas não nos conformamos, continuamos a estudar novas formas de reduzir as nossas emissões e a fomentar boas práticas energéticas.

No GO fit, temos uma certeza: a sustentabilidade também se treina, junta-se a nós?

Artigos relacionados