28 Setembro, 2021

Como o exercício afeta o seu coração

10 dicas para melhorar a qualidade do seu coração

Benefícios do exercício para o sistema cardiorrespiratório.

prática de atividade física implica uma série de respostas por parte do nosso organismo, para que se adapte ao esforço a que está sujeito, modificando as funções de diferentes órgãos.

Os nossos especialistas do GO fit advertem que é importante ter em mente que se o exercício for realizado isoladamente, não há resposta, mas se for repetido, pelo menos, duas ou três vezes por semana, com uma certa intensidade e uma duração suficienteo organismo adapta-se, a fim de melhor responder às necessidades geradas pela atividade.

Quando se realizam atividades como correr, andar de bicicleta ou nadar, a exigência de energia dos músculos ativos aumenta e, como resposta a este aumento da exigência de energia, o gasto cardíaco e a pressão sanguínea aumentam. A médio prazo e com a continuidade adequada, o músculo cardíaco aumenta o tamanho das suas fibras e aumenta as cavidades dos ventrículos.

Quando este tipo de exercício é praticado regularmente, o coração melhora a sua capacidade de recuperação em situações de stress. Paralelamente, há também um aumento da ventilação e da frequência respiratória, bem como um aumento da secreção de suor.

Como consequência de todas estas adaptações produzidas pelo treino de resistência, a possibilidade de o indivíduo sofrer de problemas como ataques cardíacos ou AVC diminui, a pressão sanguínea e a frequência cardíaca em repouso reduzem, e o colesterol LDL reduz. Também previne o excesso de peso e a obesidade, a diabetes e a osteoporose, bem como fatores psicológicos como a ansiedade e a depressão.

Por que é que o nosso coração é vital?

O nosso sistema cardiovascular é composto pelo coração, pelos vasos sanguíneos e pelo sangue. As suas funções são muitas e, entre elas, estão as de nutrição, proteção e até transporte de resíduos. O sistema cardiovascular deve chegar a todas as células do corpo e responder imediatamente perante qualquer alteração no ambiente interno para manter todos os sistemas do corpo a funcionar eficientemente. Mesmo quando estamos em repouso, trabalha de forma ininterrupta para satisfazer as necessidades dos tecidos do nosso organismo.

O nosso coração é um órgão vital que não só deve cuidar, como também aprender a estimular para melhorar a sua funcionalidade, pois as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte e incapacidade a partir da meia-idade nos países desenvolvidos. De seguida, deixamos-lhe 10 recomendações para melhorar a sua qualidade de vida, diminuindo o risco de padecer de doenças cardiovasculares:

  1. Faça uma alimentação cardiossaudável: equilibrada e variada.
  2. Dedique, pelo menos, 30 minutos por dia a praticar atividade física.
  3. Não fume.
  4. Controle o seu peso.
  5. Vigie a gordura acumulada no abdómen, pois é perigosa para o coração.
  6. Controle a sua tensão arterial.
  7. Controle os seus níveis de colesterol e glicose.
  8. Aprenda a controlar o seu stress e a sua ansiedade.
  9. Conheça o seu risco cardiovascular e qual deve ser o seu estilo de vida. 
  10. Partilhe as suas dúvidas e os seus problemas com os profissionais.

Se observarmos, da 1 à 8, têm todas relação direta com o exercício. De que espera? No GO fit, a nossa equipa profissional e especializada em exercício físico regrado será o seu guia para treinar de maneira segura, eficaz e eficiente.

Viva mais e melhor com o GO fit!

Artigos relacionados