22 Novembro, 2021

Desfrute de uma vida Zero Waste, sabe como?

Conhece os princípios de um estilo de vida Zero Waste

A filosofia Zero Waste visa reduzir ao máximo os nossos resíduos, evitando o estilo linear de “produzir, utilizar e deitar fora”, o que tem graves consequências para a nossa sociedade e para o planeta. Ao promover hábitos mais sustentáveis, com base na economia circular, tornar-nos-emos mais conscientes das nossas necessidades, mais atentos ao mundo que nos rodeia e mais solidários e generosos para com os outros.

O movimento Zero Waste pretende ser uma resposta ao atual modelo predominante, o que significa que cada cidadão europeu gera, em média, mais de 500 kg de resíduos urbanos até ao final do ano. Resíduos que, em muitos casos, irão parar a aterros sem serem reciclados, ou pior, degradados na natureza ou nos oceanos, degradando os nossos ecossistemas e alimentando as alterações climáticas.

O que podemos fazer para evitar gerar tantos resíduos e que acabem por contaminar o meio ambiente?

A promoção de um estilo de vida Zero Waste é uma grande oportunidade para o conseguir. A adoção destes princípios simples permitir-nos-á avançar para uma economia circular, reduzindo a quantidade de resíduos e aumentando a poupança para os nossos bolsos:

  • Reutilizar: possuímos muitas coisas que podem ter vidas infinitas antes de as eliminarmos. A primeira coisa a ter em conta é a importância de cuidarmos delas, pois é isto que nos permitirá prolongar a sua utilidade. Quando deixamos de as usar ou estão gastas, podemos optar por repará-las, dar-lhes um uso diferente daquele para o qual foram criadas, ou emprestá-las ou doá-las a outras pessoas, ajudando-as, assim, a alcançar o objetivo de reduzir e reutilizar os nossos bens.
  • Reciclar: tendo como prioridade os princípios referidos, a separação adequada dos resíduos permitir-nos-á produzir novos produtos sem a necessidade de continuar a extrair recursos do meio ambiente nem de continuar a encher desnecessariamente os aterros.

Durante o nosso dia, podemos incorporar estes “R” em muitos pequenos atos muito positivos para a sociedade e o planeta. Esta mudança pessoal pode ser ainda uma fonte de felicidade e satisfação, mas não esqueçamos a importância de garantir que esta transformação não fique apenas em casa. Dar a conhecer a sua necessidade e os seus benefícios, e encorajar instituições e empresas a aderirem, é fundamental para construir um mundo mais justo e sustentável. Junta-se nós?

Artigos relacionados