29 Março, 2022

Os 5 desportos mais sustentáveis

A sustentabilidade de uma sociedade engloba muitos fatores e comportamentos, entre os quais, o desporto é uma grande força motriz neste objetivo comum de desenvolver um mundo mais verde e otimizado. É uma atividade generalizada que é praticada diariamente por milhões de pessoas, e que assume muitas formas. Cada uma delas implica a utilização de um conjunto específico de recursos, pelo que existe uma clara diferença entre um desporto e outro do ponto de vista da conservação do planeta.  

Algumas práticas são mais sustentáveis do que outras e é importante concentrar-se naquelas que cumprem este critério. O desporto é saúde e tem uma influência significativa sobre o funcionamento de uma sociedade. Basta dar um passeio pela nossa cidade para confirmar isto. Todos os desportos são positivos, embora alguns sigam um caminho estritamente sustentável que ajuda a melhorar o nosso futuro. Eis os cinco desportos que lideram o ranking de sustentabilidade.  

  1. Ciclismo, o desporto mais sustentável 

O ciclismo é, possivelmente, o desporto mais sustentável, devido ao grande número de terrenos onde pode ser praticado e devido ao seu impacto zero. É adequado para áreas urbanas e rurais, em muitos terrenos, sejam caminhos, estradas ou rotas de montanha. Além disso, o seu impacto sobre o resto é mínimo, pois não emite quaisquer gases poluentes nem gera qualquer ruído. O espaço que ocupa é muito pequeno, pelo que não afeta o funcionamento do resto da sociedade. O material necessário é roupa desportiva e uma bicicleta, que pode ser uma bicicleta de estrada ou de montanha. A oferta de produtos para praticar ciclismo é muito vasta e as tecnologias recentes apontam para um fabrico sustentável, com materiais de alta qualidade e que têm um compromisso para com a conservação.  

Claro que uma forma de treinar este desporto é nas nossas aulas de Bike.

  1. Correr 

Correr não tem influência negativa no ambiente em que se pratica, uma vez que requer apenas o material desportivo adequado e o espaço que ocupa é mínimo. Além disso, a maioria das cidades criou espaços e percursos para correr, pelo que a ligação desta atividade no ambiente urbano é total. Outra das vantagens é a saúde, já que é uma modalidade que fortalece o aspeto geral do cidadão. Correr dois ou três dias melhora significativamente o bem-estar e representa um trabalho de esforço e superação. Se a dificuldade for calçar as sapatilhas e sair de casa, é aconselhável arranjar pequenos desafios que possa ir superando e que o motivem.  

Se ficou com vontade, não pode perder o próximo encontro do nosso Clube de Corredores! Confirme os horários na sua app “My GO fit” ou no website.

  1. Ioga

O ioga é outro desporto que também pode ser sustentável. Pode praticá-lo nas nossas aulas, mas também pode levar o seu tapete para um parque próximo (para evitar as deslocações o mais possível) e pôr em prática o que aprendeu no meio da natureza. É uma atividade que tem ganho popularidade nos últimos anos, devido à melhoria da saúde física e mental, pois muitos peritos recomendam uma maior ligação com a natureza para desconectar e libertar más influências.  

  1. Natação 

É o desporto que exercita o maior número de músculos do corpo, de baixo para cima; e, se for praticado nas condições certas, tem um elevado nível de sustentabilidade. Nadar no mar é preferível à prática em piscinas, que requerem produtos químicos para limpeza e manutenção. É claro que nem toda a gente têm o mar perto de casa; nesse caso, é preferível procurar piscinas mais naturais e que sejam mantidas com os produtos certos. Pergunte aos trabalhadores do local. Sem medos! O material desportivo utilizado também é importante para cumprir os critérios de conservação, uma vez que o poliéster e o nylon são materiais altamente poluentes que são frequentemente utilizados para fabricar fatos de banho. Devem ser omitidos da nossa escolha.  

No GO fit, podemos assegurar-lhe que usufruirá deste desporto de forma sustentável, graças ao nosso novo sistema de eletroporação, com o qual conseguimos eliminar todo o tipo de produtos químicos criando um cloro natural que permite uma poupança muito maior de água e energia, além de ser 100% respeitador do meio ambiente.

5. Dançar

Embora a técnica deste desporto seja muito diferente das anteriores, pois pode-se posicionar tanto como um desporto, como uma arte, tem semelhanças em termos do ambiente e dos materiais necessários para a sua prática, que são praticamente nulos. Praticamente qualquer tipo de dança é sustentável, pois pode ser praticada não só numa sala, como também em espaços abertos e não envolverá outros elementos para além do nosso próprio corpo. Também não há necessidade de se deslocar, pois teremos sempre a possibilidade de ouvir música na nossa própria casa e dançar! Implica concentração e calma, dois fatores que representam ainda um isolamento da azáfama da vida quotidiana.  

Artigos relacionados